Por que adultos não criam tanto conteúdo digital quanto os adolescentes?

Por que adultos não criam tanto conteúdo digital quanto os adolescentes?

Abrir o Youtube ou qualquer aplicativo de social video gera dois sentimentos nos adultos: de um lado pessoas que reproduzem o comportamento da TV no YouTube, assistindo “on demand” aquilo que eles não conseguiram ver na TV (é só ver o “em alta” que todos os dias apresenta conteúdo dos canais de TV entre os vídeos mais assistidos do dia), mas de outro lado tem um grupo grande de adultos que reclama que o conteúdo em vídeo que está disponível nas plataformas e nos aplicativos de social vídeo são só para adolescentes. O que me deixou com uma pergunta na cabeça por meses: onde estão os adultos criando e oferecendo opção de entretenimento e informação para adultos, que estão tão online quanto os adolescentes?

A VidCon 2018 começa essa semana e por isso eu escrevo aqui de Los Angeles onde estou procurando respostas para meus inúmeros questionamentos sobre o público adulto. Comecei a semana com uma reunião no Musical.ly, um app de social video onde você pode criar e fazer edições de vídeo muito criativas (quem assistiu ao vídeo do PASSA dos 30 com a Rosana Hermann viu um gostinho do que o aplicativo faz). O  Brasil tem uma comunidade agitada dentro do Musical.ly, que vai de divertidos vídeos de lip sync até as sketchs de humor muito bem editadas. Já são milhões de usuários e gente encarando esse conteúdo como negócio.

Na conversa que tive com o pessoal que trabalha no Musical.ly, chegamos no mito dos adultos criando conteúdo digital e eles apontaram um caminho para essa falta e também como eles estão trabalhando para ter mais adultos usando o aplicativo. Produzir qualquer tipo de conteúdo demanda tempo, que adultos têm cada vez menos com os anos. O tempo passa a ser ocupado por obrigações de trabalho, cuidado com a família, estudos, o que faz com que na fase adulta, nós passamos a consumir conteúdo rápido e produzir menos ainda. É só ver como a maioria de nós prefere compartilhar o que já foi feito e só adicionar um comentário concordando ou não.

O PASSA dos 30 tem sido um desafio e tanto. São dois vídeos por semana (um editado e uma live), o que garante minha frequência com o público é planejamento, mas diferente do público mais jovem que produz conteúdo  for fun e de pertencimento, pra mim é um negócio e passei a me perguntar: se pra mim fosse for fun, eu criaria? Teria tempo?

“Ter adultos criando conteúdo é importante para a manutenção do ecossistema de UGC (User Generated Content). Sem adultos criando, estaremos sempre consumindo (ou rejeitando) conteúdo jovem, que tem sua parcela de interesse, mas que não preenche o gap de assuntos que interessam aos adultos.

Alguns mitos sobre criação de conteúdo e o público adulto

Adulto não está online como os adolescente. Dados do ComScore de 2015 mostraram que mais de 70% da audiência do Youtube é composta por pessoas com mais de 25 anos. Ele está online, consumindo conteúdo jovem ou replicado da TV.

Adulto não cria conteúdo. O conteúdo criado por adultos é menos de entretenimento e mais funcional. Reviews estão disparados no topo de tipo de conteúdo criado por adultos. Você provavelmente já consultou o Reclame Aqui, ou resenhas de produtos em blogs ou no Youtube antes de comprar algo. É o tipo de conteúdo para ajudar as pessoas a tomarem melhores decisões de compra, que convenhamos, é um baita assunto adulto.

Então, como ter mais adultos criando?

Adultos não precisam estar apenas na seara das resenhas. Eles podem estar no entretenimento, na educação, turismo, gastronomia, moda, tecnologia… todos os segmentos. E a primeira conclusão que chego é que o que vai tornar a participação do adulto mais ativa como criador de conteúdo é ter plataformas e aplicativos que facilitem a publicação e o ajude a produzir com menos tempo. Apps como o Musical.ly são apenas o começo para que você esqueça de vez que para produzir bons vídeos precisa de equipamento, equipe e tempo. Você precisa só do conteúdo e de apps que te ajudem a ser rápido.

Outra mudança importante que só vai acontecer com o tempo é a percepção do adulto sobre a qualidade do conteúdo nas plataformas de social video. Enquanto tão tiver mais gente produzindo conteúdo interessante para os adultos, eles continuarão reproduzindo o comportamento da TV, ou seja, assistindo reprises de programas que ele perdeu.

Mas o mais importante é saber por que adultos produzem conteúdo? Seja for fun ou como um negócio, o que vai fazer mais adultos virem para o social video é a clareza de saber por que eles criam, como criam e como ajudá-los a fazer conteúdo em vídeo seja uma atividade tão simples quanto comer.

Acompanhe a cobertura especial da VidCon 2018 aqui no site!

Se você já é adulto, criador de conteúdo e quer transformá-lo em um negócio, vamos marcar uma reunião que eu posso te ajudar.

contrate@passa.com.br

Escrito por el / 488 Visualizações

Sin Comentarios

Por favor publique un comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *