PASSA dos 30

Como retomar a rotina

Como retomar a rotina

14 de fevereiro de 2018

Retomar a rotina depois de um feriadão ou das férias é uma forma de voltar a ter controle das nossas atividades diárias, seja no trabalho,…

Instagram

  • Não sei vocês mas preciso compartilhar que várias vezes acabei fazendo "suposições equivocas" sobre diversos assuntos e pessoas. Você também faz? O desafio de parar de complicar as coisas simples é diário pois facilmente nossa cabeça em vez de aprender a lidar com as frustrações, fica criando essas "muletas" que te fazem acreditar que o mundo inteiro está contra você. Essa vida de adulto não é fácil mas nós já passamos da idade de fazer isso e temos que desenvolver nossa paciência, não é mesmo? Nosso papo de hoje no LEDA 2018 é sobre isso, te espero daqui a pouco lá no YouTube, deixe seu comentário ao vivo e participe do sorteio do livro. Vem, Gente! #leda2018 #passados30
  • - Você é do tipo de pessoa que tem pavor de se imaginar fazendo uma única coisa o resto da sua vida? - Toda vez que você empreende algo novo, sempre tem um amigo ou alguém da família pra dizer que você não se decide?
- Você mudou de carreira 1, 2, 3 vezes e usa tudo que aprendeu em todas elas até hoje? - Você já PASSOU dos 30 e ainda não decidiu o que quer ser - e nem quer? .
Se você respondeu sim para essas perguntas, você tem grandes chances de ser uma pessoa multipotencial e esse foi o tema da live de hoje. Aproveite o fim de semana para maratonar todos os episódios do LEDA 2018, os vídeos sobre MULTIPOTENCIALIDADE e amanhã te espero ao vivo às 10h da manhã. #leda2018 #multipotencial #passados30
  • Quando chegamos na #vidaadulta nos tornamos pessoas cartesianas vivendo cercadas de caixas de estereótipos e atuando na manutenção de cada item que está dentro dessas caixas, muitas vezes sem nem perceber. 
Sabe onde está o machismo que você não "enxerga" no ambiente de trabalho? 
Ele está lá quando o termo "masculinidade" é usado para descrever a "capacidade de o indivíduo em não se impressionar com cenas violentas, suportar vulgaridades e não emocionar-se facilmente" em um concurso público com a intenção de contratar novos profissionais (como o que foi divulgado pela Polícia Militar do PR). Ele está na incisiva relativização de masculinidade e frieza emocional e da feminilidade com obediência, cuidado e compaixão. 
Nos tornamos adultos replicadores de estereótipos e é preciso começar a questionar. 
As empresas influenciam e fortalecem o machismo quando uma mulher se candidata à uma vaga de gestão ou tenta crescer na sua carreira, mas acaba esbarrando no conhecido "teto de vidro", barreira invisível que a impede de crescer pelo simples fato de ter convivido a vida toda com a "caixa feminina". De outro lado, se um homem expressa compaixão e emoção ele também encontra esse teto de vidro, porque ser emocional não é coisa de homem". Exigir que as pessoas não se emocionem para poder ter um emprego é tentam excluir do ambiente profissional aquilo que nos torna humanos. 
Há alguns meses fiz um #TEDxtalk em Blumenau mostrando como esse pensamento cartesiano que divide o que é comportamento masculino x feminino só serve para atuar como barreira impedindo homens e mulheres de ter liberdade sobre suas decisões pessoais e profissionais. 
Assista >  https://lnkd.in/dbbG825 #TEDxBlumenauWomen
  • #tbt da minha tarde na piscina com a @brumarquezine lá na Grécia, conversamos bastante sobre boletos e contei para ela como é passar dos 30, falei para ela maratonar os vídeos e aproveitar o LEDA 2018. 😉 Aproveite as férias Bru. Beijo! #meme #brunamarquezine #passados30
  • TEM GENTE PASSANDO A PERNA EM VOCÊ? #Muitas pessoas que se sentem inseguras ou carentes de habilidades tentam prejudicar aqueles que veem como seus concorrentes, que se destacam ou podem ofuscá-las. Esse fenômeno é conhecido como síndrome de Procusto.
Procusto (na mitologia é o filho do Deus Poseidon) cortava a cabeça ou os pés que ficassem de fora de seu leito, e muitos colegas de trabalho ou líderes boicotam, humilham e limitam os que se destacam em relação a eles porque se tornam uma ameaça.
Atualmente esse conceito é usado para definir pessoas que tentam menosprezar quem é mais brilhante que elas. São exemplo de intolerância a tudo que é diferente e, principalmente, a tudo que é melhor.
.
Todos conhecemos alguém que se comporta dessa maneira mesquinha e vil, conscientemente ou não. Me conta aqui como essa pessoa costuma se comportar com você? Qual foi a pior situação que você já viveu ao lado dela?
.
No El País Brasil tem um post explicando como identificar pessoas com essa síndrome no ambiente de trabalho, vou deixar o link no stories :)
#sindromedeprocusto #vidaadulta
  • Envelhecer foi e ainda é encarado por muita gente como uma doença.
A maioria de nós começa a se preocupar com a pele antes dos 30 anos, não é verdade? Eu mesma comprei meu primeiro anti-idade com 25 anos porque por anos vi as marcas dizerem que a partir dos 25 “já tinha que me cuidar”. Nos impõem a "ditadura da beleza ideal”, mas se tivessemos consciência desde pequenas, que os sinais da pele fazem parte do processo de amadurecimento, a própria indústria cosmética seria diferente.
.
Tem uma tag rolando aqui no Insta para reunir fotos de pessoas que “se dão bem” com a própria pele. São peles com rugas, manchas, acne, vitiligo e sinais que naturalmente surgem em todos nós (dá uma olhada depois #SkinPositivity)
A gente precisa mesmo estar dentro de um mesmo padrão de beleza? 
Você tem a liberdade de usar o que quiser, mas lembre-se de se orgulhar antes de querer se esconder ❤️
Tem vídeo sobre isso lá no canal. (Episódio 4 na #LEDA2018)
Se orgulhe da sua pele! ❤️ #vidaadulta #passados30

@PASSAdos30